quarta-feira, novembro 12, 2008

do silêncio

tela azul cobalto. a cor perfeita do meu silêncio. sem traços, riscos ou rabiscos. apenas a tela azul. o tom das lágrimas que se aprendem a calar. a cor dos teus olhos fixos nos meus quando tudo o resto era tempestade lá fora. o céu, também azul forte, naquele fim de tarde na esplanada, onde tudo doeu mais forte. Mais uma vez. E foi o fim.
A paragem imperativa das vozes e das pessoas que se acotevalaram diante de mim a quererem falar, dizer, pedir, exigir e algumas até se dispuseram a ouvir. Mas não havia nada.
Simplesmente, nada para dizer. Não quis falar para não peturbar o acontecer deste azul cobalto que se instalou. Não quis mesclar este azul de silêncio e odor a maresia com quaisquer outras cores. Vivo em piloto automático. Não sinto. Não penso e não vivo. Silencio-me apenas até que tudo passe. E fique somente a tela azul cobalto. Testemunha em silêncio.

6 comentários:

Carlos Machado Acabado disse...

Uau! Voltaste!! Estavas a começar a preocupar-me, miúda!...
Ainda antes de te dar a minha (pobre!) opinião sobre esta tua mais recente 'entrada', deixa-me dizer-te o seguinte: eu pensava que sabia alguma coisa do assunto antes de te conhecer!...
A sério! Fico feliz por saber que está tudo bem contigo.
E agora vou ler o texto...
Bejufas.

Carlos

Anónimo disse...

GOSTO do texto.
Não gosto do tipo de estado interior---do 'espírito'---que lhe subjaz.
Importa?
Não sei, é o que sinto..
E PENSO.
"Em piloto automático" não se vive, miúda: procura-se persuadir alguém, idealmente nós mesmos, que se vive. Mas NÃO se vive, de facto.
Viver é uma ciência que é preciso aprender: nenhum de nós vem com livro de instruções. As instruções, somos nós que as criamos.
E quem dá mostras de possuir a agudíssima, quase obsessiva, lucidez que tu possuis, dispõe das condições ideais para criar o melhor tipo de fundamento para a existência que pode encontrar-se no mercado...
Vá lá: "pull yourself together"! Reinventa razões para viver! Bolas, tu ainda agora chegaste e já estás farta!
Assim não vale!
Que direi eu?...

悉怛多缽怛囉PLANET disse...

證據 時效

delusions disse...

...em silêncio...




Bjs*(ainda bem que gostaste da referência)

Anónimo disse...

Ainda bem que nao desiste de nos alimentar com as tuas doces palavras :) continua sempre

Cátia B. disse...

tinha saudades, maria. *