terça-feira, fevereiro 02, 2010

Escrever é uma forma de ouvir o silêncio.

Escrever é uma forma de ouvir o silêncio. Eu tenho demasiado ruido ao meu redor.


Volto mais tarde.

6 comentários:

Dora disse...

concordo, quando se escreve falaos sem baralho...

Maysa Ohashi disse...

Gostei.


Boa madrugada. rs

O Fantástico Mundo de Patrício disse...

oi. estou zapeando entre blogs...
gostei do seu blog.
mas vou andando.
quem sabe...
volto?

Everton disse...

Ótimo, gostei!!!

Carlos Machado Acabado disse...

Posso dar uma opinião muito pessoal?

Construiste aqui um texto magnífico, prodigiosamente sintético---não só sintético: quase assustadoramente "absoluto", idealmente elíptico; um texto 'total' que é o seu próprio título num equlíbrio [ou numa fusão] praticamente perfeitos de ideia forma.
Texto-conceito limite desnecessariamente invadido por aquilo que vem depois da oitava palavra...
Não é propriamente uma crítica: é um contributo...
"As always, I AM impressed!"
Beijinho!

RENATA LORENA. disse...

Gostei muito, parabéns.
Quando escrevemos, ouvimos o silêncio que habita dentro de nós, só nosso. É com ele que "conversamos" sobre nossa vida!
Bjs