domingo, maio 16, 2004

Como se...

hoje fosse já amanhã, num dia bem mais tarde, onde eu te pudesse dar a mão sem ter de fechar os olhos com muita força. Como se eu te pudesse prender contra a parede e devorar o teu corpo com a ponta dos meus dedos. Como se as minhas palavras te pudessem hoje e para sempre prender. Como se não houvesse distância. Como se hoje e só por hoje tudo fosse mais do que um sonho. Como se hoje a minha realidade pudesse ser o teu sonho..

1 comentário:

CaxuxoPamos disse...

:O
De repente aparece-me um blog que me surpreende no meio da vulgaridade...
Mto bem!