quinta-feira, março 15, 2007

Não sabes...

Não sabes as palavras mas adivinhas as letras. Não sabes os nomes, mas adivinhas-lhes as formas. Não sabes quanto tempo, mas adivinhas que é pouco. Não sabes se é poema, conto ou romance, mas adivinhas que é de amor os segredos que te escrevo no papel. Não sabes se é de noite ou de dia, mas adivinhas que te chamo no silêncio dos meus sonhos. Não sabes se sou culpada ou inocente, mas adivinhas o feitiço nos olhos. Não sabes se sou terra, ar ou água, mas adivinhas que não sou de ninguém. Não sabes se te amo, mas adivinhas no corpo que te quero. Não sabes para onde vou, mas adivinhas que vou sem ti. Não sabes as notas, mas adivinhas a música branca que nos abraça e nos tenta. Não o sabes verdadeiramente mas… amo-te

5 comentários:

xapinhas disse...

Continuo a ler-te como da primeira vez e tal como nesse momento, continuas a deixar-me extasiado.
Beijo

MariadaLua disse...

Xapinhas:

Porque os teus comentários tiveram sempre a capacidade de me surpreender e de me fazer sorrir, obrigado. porque por certos comentários teus, aprece que me conheces e eu de ti nada sei, apresenta-te.
Beijo
Maria da Lua

Bubbles disse...

Mas eu sei: ler-te é simplesmente perfeito.*

MariadaLua disse...

Bubbles:

Mais uma vez: obrigado. pelas palavras. pelo carinho.

Luci disse...

q lindo maria! me vi nas tuas palavras :)

bj