sábado, junho 17, 2006

onde estás?

deste lado há um imenso véu cinzento. nevoeiro cerrado em noite escura. sem luar. nem estrelas. nada sei de ti. ameaço mesmo neste fim de noite nada saber de mim também. porque já não me conheço. não ouço vozes. não vejo pessoas. persigo as sombras na esperança da luz. não te encontro. alguém desse lado. ONDE ESTÁS?

3 comentários:

Cátia disse...

A procura eterna... =)
Beijinho*

Anónimo disse...

o desespero de fim de viagem? onde não braços que nos esperem e possam dar no fim "aquele abraço"? escreves muito bem.

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on!
» » »